Nome:
Localização: Portugal

domingo, junho 15, 2008

...

Sempre que demoro a escrever aqui qualquer coisa é porque se passa o inverso do que se poderá pensar, ou seja, há muito para escrever. Mas, a vida ensina-nos que nem tudo pode ser despejado de qualquer forma. O sentido deste blog perde-se quando tomo consciência que não posso escrever tudo o que sinto e necessito. Também não escrevo num papel e guardo. Sinto, passo pelas coisas que me atormentam, deixo-as viver num reboliço interior. E muito se passou desde a ultima vez que aqui escrevi... Não só negativas é certo, porque algo na minha vida retomou o seu percurso normal e isso deixou-me melhor. Mas voltanto atrás, o sentido deste blog perde-se quando o fiz para ser o deposítario das minha ideias, pensamentos, mágoas, felicidades e não cumpro. Mas como ninguém é perfeito e eu estou muito longe disso, eu prossigo na aventura de escrever o possível, o que me deixo relatar de mim.
Mas hoje, hoje ainda não consigo. Bjs e abraços a todos.

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Espirito positivo, é o que te peço porque etapa importante está ai e preciso de ti!

beijinho

tosquinha

9:43 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

gosto muito de ti

tosquinha

9:44 da tarde  
Blogger Rosa said...

Não podes? Meaning... não queres?

8:06 da tarde  
Blogger Physis said...

Sempre que se demora a escrever é porque parece que há muito para escrever, mas no fundo esse muito não passa de produto imaginário que traduz em pouca substância - daí não se ter que escrever.
De outras vezes apetece-nos tanto escrever que 3000 palavras viram-se fúteis e reparamos "bastava uma linha, uma dúzia delas...".

Reboliço interior... quem não o tem? há que brincar com o reboliço e transformá-lo num "isso" sem importância. porque não?

O sentido dum blog... Porque não um blog não ter sentido?

Peço desculpa a invasão, mas porque não?

4:19 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home